Nos Açores existe uma lagoa com duas cores?

Trata-se da Lagoa da Caldeira do Vulcão, nas Sete Cidades, na ilha de São Miguel.

A lenda conta que a princesa das Sete Cidades se apaixonou por um pastor. As juras de amor eterno foram deitadas por terra quando o rei soube do que se passava. Proibiu a princesa de voltar a ver o pastor, pois já tinha casamento combinado com um príncipe de um reino vizinho. A princesa conseguiu voltar a encontrar-se com o seu amado uma vez mais, e, juntos, choraram tanto, que se formaram duas lagoas. As lágrimas da princesa formaram uma lagoa azul e as lágrimas do príncipe deram origem a uma lagoa verde.

Os dois apaixonados não puderam ficar juntos mas, pelo menos, as lagoas nascidas das suas lágrimas jamais se separaram.

Cientificamente explica-se esta diferença de cores num só espaço líquido devido à intensa vegetação que se encontra junto à lagoa mais pequena, que espelha a cor verde e no reflexo do céu na lagoa maior, atribuindo-lhe a cor azul.

Uma visão magnífica que não pode perder na sua próxima visita à ilha de São Miguel!

Os créditos desta magnífica foto são da Azores Wonderful.

—– Post originalmente publicado no Linkedin. —–

Partilhar é cuidar!

shares
Não copie o texto!