Até à época em que escrevo este texto (Janeiro de 2021), já é possível medir alguns dados relativos aos efeitos da Pandemia Covid-19 na atividade turística mundial.

Segundo informações da Organização Mundial do Turismo (OMT), até 2019, após 12 anos consecutivos a aumentar o número de chegadas de turistas internacionais, dá-se uma quebra de cerca de 70% nestes valores. Estes resultados refletem os efeitos das restrições às viagens internacionais, dos condicionalismos nas deslocações nacionais e do confinamento em muitos países, para conter a propagação da pandemia.

O ano de 2021 avizinha-se decisivo para restabelecer a confiança dos mercados. O surgimento da vacina para combater a doença, é a esperança a que todos se agarram para dar a volta a esta situação. No entanto, é um ano que se prevê ainda muito instável e com pouca capacidade de gerar receitas para o Turismo.

A OMT projeta três possíveis cenários evolutivos, para se voltarem a atingir os valores observados em 2019:

  • Cenário 1: a recuperação ocorreria em dois anos e meio, ou seja, até meados de 2023;
  • Cenário 2: a recuperação ocorreria em três anos, ou seja, até o final de 2023;
  • Cenário 3: a recuperação ocorreria em quatro anos, ou seja, até o final de 2024.

Creio que todos concordarão que o primeiro cenário é demasiado otimista e já dificilmente lá conseguiremos chegar. Caso as vacinas se demonstrem eficientes, se caminhe rapidamente rumo à imunidade de grupo e as pessoas se sintam confiantes para recomeçar a viajar, é possível que o segundo cenário se verifique, mas, ainda assim, talvez apenas o terceiro se venha a concretizar. Veremos…

Com estes números, muitas empresas turísticas caíram e muitas mais cairão. O Turismo vai levantar-se, mas a situação ainda vai piorar antes de melhorar, nada de ilusões! Se a decisão mais prudente para o negócio é fechar, pois então que assim se proceda. Se é possível manter a engrenagem a trabalhar, pois que se mantenham as máquinas ligadas.

Vivemos um momento absolutamente excecional e que ainda vai demorar algum tempo. Tenha o discernimento de fazer o que é melhor para si e para a sua família. O Turismo espera por si. Mantenha a sua paixão acesa mas com chama branda. Por enquanto. Por agora. E prepare-se. Quando a mobilidade nos for novamente concedida…o Turismo vai disparar a todo o gás. Isso, mais do que certo, é garantido!  

E você, tinha noção destes dados?

O que lhe parecem estas previsões?

Conte-me tudo, vou gostar de saber!

Partilhar é cuidar!

shares
Don`t copy text!