A Renda de Bilros não é produzida apenas em Portugal?

É verdade! Apesar de ser um ícone português, a renda de bilros faz-se, tradicionalmente, também noutros países como a Eslovénia ou o Brasil.

Acredita-se que o seu surgimento em Portugal remonte ao Séc. XVII.

Normalmente, esta renda está associada a vilas piscatórias e consiste no cruzamento sucessivo de fios têxteis. É feita sobre o pique (cartão onde se decalcou o desenho), com ajuda de alfinetes e de bilros (de madeira).

Dada a sua extinção eminente, há alguns anos atrás, várias foram as autarquias, tais como Vila do Conde ou Peniche, que investiram na revitalização desta arte, através da promoção, de cursos e de iniciativas.

—– Post originalmente publicado no Linkedin. —–

Partilhar é cuidar!

shares
Não copie o texto!