Uma das grandes heroínas de Portugal foi uma padeira?

Trata-se de Dª Brites de Almeida, a conhecida Padeira de Aljubarrota.

Conta a lenda que, na Batalha de Aljubarrota, travada em 1385 e que deu a maior das vitórias aos portugueses sobre os espanhóis, a padeira matou sete castelhanos com a sua pá.

Ao que parece, à data da batalha, tinha a padaria fechada, pois encontrava-se a ajudar quem nas ruas se encontrava ferido e desamparado. Ao voltar à sua loja, percebeu que algo não estava bem e agarrou-se à sua pá de padeira. Encontrou, escondidos no seu forno, sete castelhanos que não se contentou em expulsar. Matou-os à pazada, sem dó nem piedade e tornou-se uma verdadeira defensora da pátria.

Diz-se que Dª Brites era uma mulher grande, feia, desgrenhada e, a grande curiosidade, tinha seis dedos em cada mão. A valentia era, portanto, uma característica que todos lhe reconheciam e toda esta história sempre pareceu, por isso, muito natural.

É verdade que não passa de uma lenda, mas esta senhora tem uma presença tão forte na história, na cultura e no território português, que é difícil duvidar da sua real existência.

 

Partilhar é cuidar!

shares
Não copie o texto!