Por aqui há um lencinho que nos apaixona?

Trata-se do lenço dos namorados, uma peça artesanal, cosida à mão pelas mais talentosas bordadeiras portuguesas, que, ao longo do tempo, foram inovando enquanto se divertiam a trabalhar e criaram um verdadeiro ex-libris nacional.

Remonta aos séculos XVII/XVIII e começaram por fazer parte do vestuário feminino, como peça de decoração.

Mais tarde assume uma função casamenteira. Diz a tradição que, pela idade de começar a namorar, as raparigas bordavam um destes lenços e o entregavam ao seu apaixonado. Caso este aceitasse namorar com elas, teria de colocar o lenço ao pescoço como sinal de aceitação.

Hoje estes lenços têm uma função meramente decorativa. É uma peça lindíssima, que encanta nacionais e estrangeiros.

Estes lenços são fabricados a partir de um pano de linho fino ou lenço de algodão, bordado com versos, pequenas imagens, desenhos ou linhas com maior ou menor significado. São, por norma, muito coloridos e divertidos.

Uma das características destas peças é que os versos contenham erros, hoje propositados, pois reflectem a iliteracia que, durante muitos e muitos anos, caracterizou o povo português.

 

Fonte da imagem: encurtador.com.br/boIN8

Partilhar é cuidar!

shares
Não copie o texto!