O Cozido à Portuguesa é um dos pratos mais amados em Portugal?

É também um dos mais tradicionais e diversificados. Permite conciliar as melhores tendências gastronómicas de cada parte do país num só prato.

Apesar de ter algumas variações, trata-se, essencialmente, de carne, legumes e enchidos todos cozidos mais ou menos em conjunto. Leva carne de vaca e porco, repolho, cenoura, chouriço de sangue, alheira, farinheira, entre outros. O nabo, a carne de frango, a batata, o grão ou o arroz são opcionais. A magia do Cozido à Portuguesa é que permite “jogar” com os seus elementos, consoante o gosto de cada família. Cada cozinheira(o) lhe acrescenta o que quiser e fica sempre bem.

Não existe consenso em relação à sua origem. Há quem refira que descende de um prato espanhol denominado “olla podrida” e há quem acredite que surgiu da necessidade de sobrevivência dos portugueses mais pobres, que aproveitavam os restos das carnes menos nobres e as cozinhavam em conjunto com tudo o que podiam, pois esta era a forma mais barata de conceber o prato. Seja como for, o prato evoluiu, tornou-se cada vez mais popular a partir do século XVII e, hoje, ninguém pode negar a sua nacionalidade.

Encontra-se e come-se um pouco por todo país, mas, quem vai à ilha dos Açores não pode deixar de provar o conhecidíssimo Cozido à Portuguesa, que é cozinhado debaixo da terra, com o calor vulcânico das furnas. Dá-lhe um travo diferente e muito característico!

Fonte da foto: https://bit.ly/2G6bPAd

Partilhar é cuidar!

shares
Não copie o texto!