A anona está em Portugal desde o século XVII?

Foi trazida, para a ilha da Madeira, pelos viajantes marítimos, vindos da América do Sul, já que é nativa dos vales das terras altas da Cordilheira dos Andes.

É cultivada até uma altitude de 550m acima do nível do mar, na costa sul da ilha e até 280m acima do nível do mar, no norte da ilha.

Trata-se de uma fruta grande, mas delicada, tanto que tem que ser colhida ainda prematura, para evitar que caia e se desfaça. Por fora tem uma cor verde e, por dentro, branca, com grandes sementes pretas.

Existem duas espécies deste fruto: a escamosa e a de pele lisa, sendo a diferença entre elas, essencialmente, na textura externa do fruto e na polpa, que é mais suculenta na primeira e mais farinhenta na segunda. 

Trata-se de um produto DOP (Denominação de Origem Protegida), restrito a Santana, Machico, Santa Cruz e Funchal.

Fonte da Foto: https://bit.ly/2TI7RWC

Partilhar é cuidar!

shares