Portugal é muito procurado pelo Turismo Religioso?

O Turismo Religioso caracteriza-se por atrair pessoas com motivações religiosas. São criadas atrações, rotas ou pacotes que incluem algum tipo de visitas e/ ou práticas de âmbito religioso. Estes levam as pessoas a deslocar-se, a fim de concretizarem algum tipo de ambição relacionada com a fé.  Pode ser um desafio como uma peregrinação a Fátima, uma experiência, como participar das tradições associadas ao culto do Senhor Santo Cristo dos Milagres, nos Açores, pagar uma promessa ou, simplesmente, visitar um local sagrado e poder dizer que foi embebido do Espírito Santo.

O Turismo Religioso integra-se no Turismo Cultural, já que as tradições religiosas estão muito relacionadas com a cultura de um povo. Por esse mundo fora existem práticas muito próprias. Umas aproximam as nações, outras afastam, fruto da mão do Homem e não de Deus. Alguns episódios são mais felizes, outros nem por isso, mas, uma coisa é certa: trata-se de história, cultura, tradição, herança, de puro legado.

Com o desenvolvimento das práticas turísticas em Portugal, este setor não poderia, de forma nenhuma, ficar esquecido. Segundo a  Confederação do Turismo Português, 75% do património português é de origem religiosa. Então, falamos de um recurso que pode e deve ser aproveitado, transformado em produto e ser partilhado com o mundo, garantindo-lhe a dignificação que merece e a prova de que Portugal é muito mais do que sol e mar.

O top 10 de Portugal, no que ao Turismo Religioso diz respeito é:

  • O Santuário do Bom Jesus, em Braga;
  • O Santuário do São Bento da Porta Aberta, no Gerês;
  • A Igreja de Santa Luzia, em Viana do Castelo;
  • A Igreja de São Gonçalo, em Amarante;
  • O Mosteiro de Alcobaça, em Alcobaça;
  • O Santuário de Fátima, em Fátima;
  • O Convento de Cristo, em Tomar;
  • O Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego;
  • O Palácio/Convento de Mafra, em Mafra;
  • Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

Mas há mais, muito mais para descobrir, ver, visitar, conhecer, independentemente da fé, da crença ou da religião. É cultura, é conhecimento, é tradição, é identidade!

Partilhar é cuidar!

shares
Don`t copy text!