Os pastéis de bacalhau são apenas uma das centenas de receitas de bacalhau realizadas em Portugal?

O bacalhau tem vindo a ser muito explorado pelos portugueses ao longo dos tempos, sendo Portugal um dos maiores importadores de bacalhau do mundo. As receitas tradicionais são diversas, mas a originalidade e a criatividade dos jovens chefs têm ido além do óbvio e permitido inovar imenso.

Existem várias referências ao pastel de bacalhau, em Portugal, desde meados do século XVIII. No entanto, as receitas eram algo diferentes do que do que se conhece atualmente e ainda pouco aprimoradas. Foi Carlos Melo, um oficial do exército português, que normalizou a receita e a partilhou, pela primeira vez, e de forma coletiva, através da publicação do livro Tratado de Cozinha e Copa, no início do século XX.

Para fazer esta delícia portuguesa, são necessários os seguintes ingredientes: 800 gramas de bacalhau demolhado; 2 dentes de alho; 0,5 dl de azeite; 900 gr de puré de batata; 3 ovos; 1 raminho de salsa; óleo, sal e pimenta q.b. Deve-se começar por cozer o bacalhau. Depois de frio, desfia-se, retirando a pele e as espinhas. Faz-se um refogado em azeite, com cebola e alhos picados. De seguida, envolve-se o puré de batata com o refogado, bem como o bacalhau desfiado. Depois, acrescentam-se os ovos e tempera-se o preparado com sal, pimenta e salsa a gosto. Com a ajuda de duas colheres de sopa, moldam-se os pastéis e fritam-se em óleo quente, escorrendo-os em papel absorvente.

Apesar de não haver grande consenso, a maioria dos autores e especialistas em gastronomia portuguesa, atribuem esta iguaria à zona do Minho, bem no norte de Portugal. Aqui são chamados de “bolinhos de bacalhau” e no sul de “pastéis de bacalhau”. O sabor, esse, é o mesmo e delicioso!

Fonte da imagem: https://bit.ly/3cjgNZU

Partilhar é cuidar!

shares
Don`t copy text!