De tão banalizado, o coaching foi ganhando, com o passar do tempo, uma conotação negativa. Isto acontece essencialmente devido a dois motivos: profissionais que não respeitam o que fazem e ignorância.

O coaching não é terapia, não é mentoria, não é psicologia, não é consultoria, não é mimimi.

O coaching é uma ferramenta de otimização de resultados e serve, essencialmente, para ajudar a atingir objectivos de forma rápida e eficiente e para exercer mudanças significativas na nossa vida. Ponto.

O que acontece é que no processo, para conseguirmos atingir este fim, temos que lidar com o nosso maior obstáculo. E quem é ele? Nós próprios. Assim, as grandes mudanças surgem ao nível pessoal, interno até.

Como é um trabalho de tamanha complexidade, alguns profissionais vão criando subterfúgios para lidar com os casos e, a meio caminho aquilo deixa de ser coaching; muitas pessoas não sabem do que se trata e vão falando do que não sabem. Assim se cria um mito e se destrói uma ferramenta de desenvolvimento pessoal poderosíssima.

Acredite, investir num processo de coaching é dos maiores investimentos que pode fazer pelo seu crescimento e realização pessoais. Vai conhecer-se melhor em todas as áreas da sua vida, perceber o motivo das suas insatisfações, aprender a sair das teias que tece na sua vida, expandir a mente, analisar novas perspetivas, encarar novas possibilidades, tornar-se muito mais produtivo e sentir-se muito mais pleno, muito mais feliz.

Ouse conhecer-se melhor e faça um programa de coaching!

Passe para me contar as aprendizagens e as mudanças que fazer um programa de coaching lhe trouxe.

 

#facaumprogramadecoachingparaseconhecer

#autoconhecimento

#coachingfunciona

 

 

Para um processo de auto-conhecimento mais célere e eficiente não hesite em contactar-me, terei o maior gosto em dar-lhe a mão nesta sua caminhada: https://bit.ly/2Qbud0y

Partilhar é cuidar!

shares
Não copie o texto!