Quem foi?

Quem é?

Quem será?

Passado, presente e futuro fazem parte da nossa história (o que já aconteceu, o que se está a desenvolver e o que virá a passar-se) e podem ajudar-nos a perceber melhor quem somos.

Trace um alinha do tempo, desde o seu nascimento até à sua morte. Assinale os principais acontecimentos, ou coloque todos os anos e aponte as ocorrências que mais o marcaram em cada um deles. Chegado ao momento presente, faça uma projeção do que gostaria que fosse o futuro, de forma mais realista possível, mas sem nunca deixar de sonhar.

Vá analisando questões como:

  • De onde venho?
  • O que aconteceu?
  • Qual a aprendizagem com este acontecimento?
  • Que recordações me desperta este episódio?
  • Onde me sinto mais confortável: no passado, no presente ou no futuro?
  • O que me diz o meu passado sobre mim?
  • Quanto já conquistei?
  • Quero mesmo continuar a viver no passado?
  • O que me diz o meu presente sobre o meu passado?
  • Estou a viver o presente que quero para mim?
  • Orgulho-me de quem sou?
  • Quem sou?
  • Vivo ou sobrevivo?
  • Enfrento ou fujo?
  • Sou mesmo a fraude que costumo acreditar que sou?
  • Tenho sido gentil comigo mesmo?
  • O que posso mudar agora, que me ajudará a ter o futuro que quero para mim?
  • Há mesmo algo de errado comigo?
  • Com quantos anos quero deixar o planeta?
  • O que me falta conquistar?
  • Como gostaria de ser lembrado?
  • Com quem gostaria de passar os próximos anos?
  • O que há de tão assustador no futuro?
  • Quais as características que mais emanam de mim?
  • O que vou fazer agora, que me permitirá ser a pessoa que sempre quis ser?
  • Quero mesmo viver com medo constante do futuro?

Aponte as principais respostas e reflita sobre elas.

Analise a sua linha do tempo e as respostas às suas perguntas (que podem ser estas ou outras). Este exercício pode ser exigente e, até, um pouco doloroso, mas muito proveitoso. Tenho a certeza que levantará muitos temas que ficarão na sua mente durante o tempo necessário ao surgimento das respostas. Chegará a conclusões sobre si mesmo, isso é certo!

Ouse conhecer-se melhor e trace uma linha do tempo!

Passe para me contar as aprendizagens e as mudanças que traçar uma linha do tempo lhe trouxe.

Para um processo de autoconhecimento mais célere e eficiente não hesite em contactar-me, terei o maior gosto em dar-lhe a mão nesta sua caminhada.

Partilhar é cuidar!

shares
Não copie o texto!