Independentemente de ser mais jovem, estar a meio da sua jornada, ou de ser mais experiente, tem uma história para contar. Todos temos! Mas será que a sabemos contar? Será que conseguimos definir quais os principais aspetos a realçar? Será que todos os momentos merecem ser contados? Será que foge de alguns episódios? Todas as histórias têm um herói e uns quantos vilões, certo? Quem escolhe ser na sua?

As histórias têm o poder de encantar. Sabe contar a sua de forma cativante, apaixonante, envolvente, verdadeira e justa? Orgulha-se da sua história? Quer mesmo contá-la? Porque não haveria de querer? Se passamos a vida a viver as histórias dos outros, quem vai escrever a nossa? Quem vai viver a sua história?

O que lhe dizem as respostas a estas perguntas sobre si? Reflita sobre as respostas, sobre os sentimentos, sobre os pensamentos. Tire tempo para refletir, analisar, ponderar e agir sobre as conclusões.

Se quiser subir o degrau, precisar de ajuda ou pretender ir mais fundo, clique aqui e converse com a maior especialista em biografas do nosso país. Acredite, nem que seja por dois minutos, vai sair dessa conversa bem mais rico!

Ouse conhecer-se melhor e conte a sua história!

Passe para me contar as aprendizagens e as mudanças que contar a sua história lhe trouxe.

Para um processo de auto-conhecimento mais célere e eficiente não hesite em contactar-me, terei o maior gosto em dar-lhe a mão nesta sua caminhada.

Partilhar é cuidar!

shares
Don`t copy text!