Definir objetivos e trabalhar para alcançá-los dá um sentido à nossa vida. Se não costuma definir o que pretende é porque anda a pairar, não a viver. Viver implica decisões mais ou menos estratégicas. Se quer otimizar o seu tempo e os seus resultados analise o que tem feito e como o tem feito e reflita não só sobre isso, mas também sobre o que isso diz de si.

Sabia que só existem dois tipos de objetivos? Ou são de sucesso ou são de fracasso. Os objetivos de fracasso são todos os que não são de sucesso. Os objetivos de sucesso têm as sete seguintes características:  

  1. Positivos: têm que ser definidos de forma positiva. O “não”, as palavras negativas ou com carga negativa devem ser eliminados, de forma a empoderarem a ação.
  2. Específicos: devem ser o mais detalhados possível, incluindo a data de concretização.  
  3. Controláveis por si: circunstâncias externas que não controla sempre vão existir. Deve garantir que os seus objetivos são definidos com base em ações que dependem única e exclusivamente de si e perceber que só isso será certo de atingir e só se se empenhar e agir para atingir a concretização.
  4. Mensuráveis: terá que encontrar uma ferramenta ou estratégia que lhe faça sentido para ir medindo o seu progresso ao longo do tempo. Esta ação irá garantir que continua motivado e empenhado em seguir em frente e que, além disso, reajusta os comportamentos necessários ao sucesso do objetivo. 
  5. Recursos controláveis por si: quando define um objetivo, deve fazer uma lista de todos os recursos necessários à sua concretização e garantir que os possui ou os pode adquirir pelos seus próprios meios, não dependendo de ninguém que possa condicionar os seus resultados.  
  6. Avaliáveis: para definir objetivos de sucesso, deve avaliar claramente os custos desses objetivos, quer sejam financeiros, quer sejam psicológicos, quer sejam emocionais, para saber com o que pode contar, do que terá que abdicar e onde deve investir de forma precisa.
  7. Definir um plano de ação: após ter o seu objetivo corretamente definido, deve agora delinear um plano de ação. Ele poderá passar por decompor o seu objetivo em outros mini-objetivos, de acordo com as indicações dadas até aqui, ou com a listagem de todas as ações que terá que empreender para a concretização do seu objetivo. Comece e continue. Caso necessário, ajuste as ações conforme o desenvolvimento dos acontecimentos e siga sempre em frente.   

Ouse conhecer-se melhor e defina objetivos!

Passe para me contar as aprendizagens e as mudanças que definir objetivos lhe trouxe.

Para um processo de auto-conhecimento mais célere e eficiente não hesite em contactar-me, terei o maior gosto em dar-lhe a mão nesta sua caminhada.

Partilhar é cuidar!

shares