Experimente dedicar-se à verificação das coisas que tem em casa e pondere sobre a sua utilidade, necessidade e funcionalidade. Vai ver que tem coisas (demais) das quais não precisa, que nem sabia que tinha e (espante-se) nem sabe para que servem!

Vai revisitar o passado, recordar momentos, reconstruir a sua história, encontrar respostas, analisar pontos de vista, determinar novos pontos de partida e muito mais.

Decide o que quer fazer: dar, doar, reutilizar, ou, no limite, deitar fora. Escolher, optar e decidir são excelentes exercícios que o ajudarão a aumentar a sua auto-confiança. Além disso, destralhar vai ajudá-lo a praticar o desapego, a organização, a disciplina, a sentir leveza, paz de espírito, pertença e gratidão.

Uma cabeça organizada é uma cabeça leve e feliz. Comece pela casa e evolua passo a passo.

Se quer uma ajuda extra, sugiro que siga a Cláudia Ganhão, especialista e consultora em minimalismo e organização.

Ouse conhecer-se melhor e destralhe!

Passe para me contar as aprendizagens e as mudanças que destralhar lhe trouxe.

Para um processo de auto-conhecimento mais célere e eficiente não hesite em contactar-me, terei o maior gosto em dar-lhe a mão nesta sua caminhada: https://bit.ly/2Qbud0y

#destralheparaseconhecer

#autoconhecimento

#coachingfunciona

Partilhar é cuidar!

shares
Don`t copy text!